terça-feira, 21 de abril de 2009

O homem de gelo

Post com duplo sentido.

O primeiro é pra comentar do Simoninha. Que tudo, hein? Além de talentosíssimo (como comentei no outro post, me acabei no último show dele e super recomendo mesmo pra quem não conhece as músicas e ainda pensa que Simoninha é uma mulher), ele é super simpático.

Imagine a cena da pessoa cara-de-madeira aqui. Eu em plena balada ontem no Grazie a Dio encontro o Simoninha no meio do corredor. Como ele "até cortou o cabelo pra causar boa impressão" eu tive que me certificar de que era ele mesmo, e depois de confirmar minha suspeita, parei e cumprimentei:

- Não é que é o Simoninha mesmo? Tudo bom? (já abraçando e beijando, lógico) Fui no seu show na semana passada e estava maravilhoso, parabéns!
- Poxa, obrigada.
- Essa é a minha amiga Renata. Ela virou sua fã depois do show e está ansiosa pra saber quando vai ter o próximo.
- Valeu, obrigada mesmo.
- Você vai dar uma canjinha pra gente hoje?
- Ainda não sei.
- Ah, canta vai. Já tem dois pedidos aqui pra você subir no palco.
- Vamos ver.

Haha. Depois dessa mini-conversa eu já comecei a me achar idiota. Ele foi super atencioso, mas imagino que ele ficou pensando que eu era louca. É que eu o conheço há muito tempo e ele já faz parte da minha vida. O detalhe é que ele nem me conhece, então acho que estranhou a minha intimidade.

Bom, deixo registrado aqui que eu adoro ele e o acho super simpático e talentoso.

Já o segundo sentido do post tem a ver comigo mesma. Sempre me achei meio durona pra relacionamentos e ultimamento tenho andado sem paciência para algumas atitudes masculinas e me considero no direito de afastar certas pessoas da minha vida quando vejo que chegou a hora, bem no estilo "homem-de-gelo" mesmo. Acho que mereço ser bem tratada e sair com alguém que não me faça sentir como um pedaço de carne em oferta pendurado naqueles ganchos de açougue. Mas, mesmo assim, ainda tenho certeza que vou encontrar alguém que vai me fazer cantar a última parte da música: "mas ela mudou, desistiu de ser solteira...".

Deixo a letra pra vocês e o link da página do Simoninha no My Space pra escutarem a música:

O homem de gelo - Wilson Simoninha
(Leleo / Max de Castro)

O homem de gelo não tem namorada
Não tem nenhum amigo
Nem telefonema
Não escreve pra ninguém
Não recebe nem recado
Só está preocupado
Em guardar seu coração

O homem de gelo está decepcionado (tão desapontado)
Não acredita nas pessoas
Nem nos filmes de cinema
Vê tv o dia inteiro
Embaixo do cobertor
Só tem um som e o quarto
Pra espantar a solidão

Mas ele mudou
Desistiu de ser solteiro
Até cortou o cabelo pra causar boa impressão
Comprou umas roupas novas
Não se esconde no banheiro
Vê o sol o dia inteiro
Pra poder se esquentar

O homem de gelo, uô ôh ôh ôh ôh
.

2 comentários:

D R I K A disse...

Tinha que comentar esse...qdo a Re me contou a cena eu pensei "Como ela consegue?"!!!
Amiga..é dura essa tua cara de madeira viu..rsrsrs...como diria Maria Rita...mas nem pensa em mudar! Não foi idiota, foi espontâneo..e se só 1/5 das pessoas conseguissem ser espontâneas, o mundo seria um lugar melhor pra viver!
Amo!

Renatinha disse...

Faltou vc comentar um outro comentário idiota seu que eu ri muito:
Poxa Re, agora ele sabe o seu nome ... mas ele não sabe o meu! hahahaha
Foi ooootemo