quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Antes de fechar as cortinas


Vista aérea de um pedacinho da Expo


Faltam 24 dias para o fim da Xangai World Expo. O fim do maior evento que eu já participei. No começo eu achava inconcebível um evento de 6 km2, mais de 200 pavilhões de países, cidades e empresas, com 6 meses de duração, por 13 horas por dia, 7 dias por semana e mais de 70 milhões de visitantes.

Você deve estar pensando porque toda essa propaganda (eu respondo - é para o leitinho das crianças). A verdade é que eu já estou sentindo os efeitos do fim. Além de não saber muito bem como vai ser a minha vida depois a Expo - apesar de eu ter um contrato pra ficar em Xangai - o problema é que os meus amigos estão começando a partir.

Hoje fiquei sabendo que um amigo vai voltar para os Estados Unidos no dia 29. Dois dias antes do fim da Expo. "Eu quero ir pra casa", disse ele. Me deu um aperto no coração. "Mas já? A Expo não acabou ainda".

Algumas das brasileiras que trabalham comigo vão embora nesse final de semana. Hoje já tava aquele clima de "estou empacotando tudo" e "vamos manter contato". Clima de adeus. Agora que tá caindo a ficha de que a Expo vai mesmo acabar.

É mais um ciclo que vai se fechando. Espero conseguir realmente manter contato com as pessoas que fizeram diferença na minha vida durante esse projeto. A gente sempre promete essas coisas e com o dia-a-dia isso vai ficando difícil.

Por enquanto vou sacudir essa saudade antecipada porque ainda tenho 24 dias de Expo pela frente, e mais 4 shows pra produzir. Fora o planejamento pra desmontagem e o "passar a régua" em vários assuntos antes de fechar 'o lojinha'.

E volta e meia passando aqui, pra colocar em caracteres o que está dentro desta morada que é a minha cabeça.

Um abraço,

Frô.

Um comentário:

Daniela disse...

oi Lu!!
Eu tenho olhado seu blog de vez em quando.
Posso sentir esse clima de adeus daqui...a EXPO parecia que nao teria fim ne? Era como uma cidade... como assim , acabar?! Ei, vamos manter contato , sem essa de dificil viu! Beijao, Dani