domingo, 22 de maio de 2011

O Chinês do Metrô



Gente, esses dias eu estava na casa de uma amiga e contei essa história. Ela deu tanta risada que me fez contar a mesma história mais umas 3 vezes naquela noite. Então pensei que vocês pudessem rir também dessa historinha verídica:

...
Estava eu esperando o metrô (lá em Xangai) quando um chinezinho parou atrás de mim. Ele estava muito perto e cantando, mas até aí normal, a noção de espaço individual é diferente na China.
Eu entrei no metrô e sentei, o chinesinho sentou bem grudadinho. Ele olhou pra mim e deu uma risada, bem engraçada, parecia uma mistura de risada de criança com risada de gente com problema mental.
Eu disfarcei e olhei pro outro lado. Ele começou a cantar mais alto e balançar o pé igual criança.
A cena do olhar pra minha cara, rir engraçado, cantar alto e balançar os pés se repetiu por algumas estações, e eu já não estava mais conseguindo segurar o riso.
Eu acredito que o moço estava simplesmente feliz por ver uma estrangeira no metrô, que ele queria fazer algum tipo de contato e não sabia como. Enfim, vai saber o que se passava na cabeça dele.
Nesse momento entrou um americano e sentou do lado do chinês. E o chinês, claro, mais animado ainda, fez a mesma cena do encarar, rir, cantar e balançar os pés. Até que ele falou (em inglês):
Chinês: - Você é inglês?
Americano: - Não, sou americano. E você? É russo?
Chinês (depois de uma risada mais alta e engraçada ainda): - Não, eu sou China.

Daí que eu comecei a rir. Não aguentei. O americano perguntou se eu conhecia o moço, e eu só ria e falava que o moço estava muito feliz em nos ver, e poder praticar o inglês. Eles continuaram:
Chinês: - Eu vou casa. E você?
Americano: - Eu vou pra casa também.
Chinês: - Meu casa aqui. Eu vou casa. Tchau.
Americano: - Tchau.

O chinês vai se afastando, mas toda hora vira pra trás pra olhar pra gente, e rir, e cantar.

...

Tá, acho que mais engraçado se eu contar. Mas faz uma forcinha e imagina uma cena dessa em um metrô aqui no Brasil.

Quer saber como é essa experiência? Vai me visitar lá na China.

Até,

Frô.

2 comentários:

Eliane Nunes disse...

Dou risada cada vez que lembro da narrativa. I'm China!!!! Hahahaha

Mulheres Apaixonantes disse...

Frô, eu acho que ele estava feliz porque acabou de ser aceito como noivo... Foi o que eu entendi como China vai casa...e nao ir para casa fisica....kkkk

Beijos, Bia