quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Depois das buembas



Olha a Frô aqui de novo, fazendo relatórios baseados da observação de um mundo que só eu vejo - o mundo desta morada que é a minha cabeça.

Então ele foi embora, de volta pra Suíça. Foi ma-ra-vi-lho-so. Vivi 1 mês em 5 dias. Tudo junto, condensado, intenso. Queria fazer tudo ao mesmo tempo, queria aproveitar o meu chocolate branco suíço ao máximo. Deixei tudo de lado e mergulhei nesse mini-amor de 5 dias - e adorei! O verãozão de Xangai ajudou: fomos pra piscina à noite, viajamos de balsa até a ilha e ainda curtimos um dia velejando no lago Tai, com lancha, banana-boat e tudo que tínhamos direito.

Tirando a distância atual do Chocolatinho e as idéias loucas que me cruzam os neurônios, eu estou me sentindo extremamente feliz, o que pra mim parecia impossível há alguns dias atrás, depois do fim-do-namoro (que hoje parece tão distante).

Estou é feliz comigo mesmo. Por me permitir, por acreditar, por me aventurar, por VIVER. Cara, como é bom, viver com intensidade, sentir a adrenalina pulsando e levando todos os sentimentos ao mesmo tempo: o medo, a coragem, a paixão, a liberdade e a empolgação.

O que me fez perceber que eu sou dona do meu próprio nariz, e eu posso mudar tudo, e decidir o que vou sentir, o que vou viver no próximo instante. Só que o bom é que não preciso decidir agora o que vou viver em alguns meses. Estou feliz por decidir no dia-a-dia, no minuto-a-minuto.

Eu quero mais! Quero gritar, pular, nadar, dançar até não poder mais. Quero ver o que tem do outro lado de lá. Quero conhecer aquela outra pessoa, aquela praia da Grécia, aquele restaurante lá em Budapeste, sentir o vento no rosto no meio de um campo de arroz na Indonésia... e saborear os minutos entre tudo isso, aqui, do auge dos meus 30 anos (vale ler esse post lá do 3x30).

Vou vivendo o meu feriado pessoal, como a minha amiga Bia recomendou. E vou sendo feliz, e já volto pra te contar.

Beijinhos louquinhos da

Frô.

3 comentários:

Cris João disse...

Amei. Faz um passo a passo?

Rogir disse...

Fiquei muito feliz e bem despreocupada.
Nada como um dia atras do outro.
bjks

Mulheres Apaixonantes disse...

Lembrei da música:

Do Lado de Cá
Chimarruts
Composição: Fabrício de Gambogi / Gisele De Santi

Se a vida às vezes dá uns dias de segundos cinzas
E o tempo tic-taca devagar
Põe o teu melhor vestido,
Brilha teu sorriso
Vem pra cá,
Vem pra cá

Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa
E tudo não parece funcionar
Deixa esse problema à toa
Pra ficar na boa
Vem pra cá

Do lado de cá,
A vista é bonita,
A maré é boa de provar
Do lado de cá,
Eu vivo tranqüila
E o meu corpo dança sem parar
Do lado de cá,
Tem música, amigos
E alguém pra amar
Do lado de cá

Se a vida às vezes dá uns dias de segundos cinzas
E o tempo tic-taca devagar
Põe o teu melhor vestido,
Brilha teu sorriso

Vem pra cá,
Vem pra cá
Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa
E tudo não parece funcionar
Deixa esse problema à toa
Pra ficar na boa
Vem pra cá

Do lado de cá,
A vista é bonita,
A maré é boa de provar
Do lado de cá,
Eu vivo tranqüila
E o meu corpo dança sem parar
Do lado de cá,
Tem música, amigos

E alguém pra amar
Do lado de cá

A vida é agora
Vê se não demora Pra recomeçar
É só ter vontade
De felicidade
Pra pular

Do lado de cá,
A vista é bonita,
A maré é boa de provar
Do lado de cá,
Eu vivo tranqüila
E o meu corpo dança sem parar

Do lado de cá,
Tem música, amigos
E alguém pra amar
Do lado de cá

http://www.youtube.com/watch?v=JQlKMX2LLHg&feature=player_embedded

Beijos, Bia
TE Amo, Lu!!!