quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Céu de Merthiolate


O tempo cura todos os males. Estar em um lugar paradisíaco faz isso acontecer mais depressa. 

Depois do fim do namoro eu e o Lindt ainda dividimos o quarto de hotel por mais um dia. Eu não conseguia nem olhar pra ele. Era muita mágoa. Não nos despedimos. Nossas últimas palavras foram sobre a conta de hotel. Um final bizarro pra uma história maluca.

Eu decidi vir pra Ilha de Carp, onde já tinha uma reserva. Na van, indo pro barco, minha cabeça estava à mil. Vários pensamentos típicos de fim de namoro, como "porque ele fez isso?" ou "será que tudo foi uma mentira?" ou ainda "como pude ser tão burra?".

Entrei no barco e fui apreciando a vista na viagem: centenas de ilhas, mini praias desertas, cavernas, pássaros e a estonteante água claríssima mudando de cor do verde pro azul e pro verde de novo. Um sorriso apareceu no meu rosto e ficou lá, admirado, agradecido pela graça de estar aqui nesse paraíso.

Curti a ilha no primeiro dia e resolvi ir mergulhar no dia seguinte. Não achei que iria, não acreditava que ia me sentir bem: afinal essa estória toda de mergulho começou por causa do Lindt. Mas a mágica aconteceu de novo: o sorriso estava lá, por trás da máscara de mergulho, admirado e agradecido, tranquilo entre as tartarugas marinhas, os peixes coloridos e o som da minha respiração.

Já era fim de tarde quando voltei pra ilha. O céu cor de rosa, em diversos tons. Eu escolhi substituir a auto-flagelação pela cura, e contei com a ajuda da natureza pra isso: do mar, da praia e do céu... efeito merthiolate, tudo se cura sob esse céu!

Frô.

4 comentários:

Rogir disse...

Oi Kika,
É difícil mas faz parte da vida.Não se ganha todas as partidas, mas tb não se perde todas.Guarde as boas recordações e o que isso acrescentou á sua vida.
bj

Cris João disse...

Já passei por um fim de namoro assim, do tipo acabou sem ter porque e era perfeito. Vc descreveu mto bem as perguntas que se passam na cabeça nessa hora, tbm me senti burra e achando que nada daquilo tinha sido significativo pra ele, só pra mim. Mas não é assim, a gente não sabe oq se passa na cabeça das outras pessoas. E que bom que vc está nesse paraíso e conseguiu se divertir, realmente a felicidade está só dentro de vc! Um beijo!

Frô disse...

Valeu pelos pitacos. É assim mesmo, um dia
De cada vez.

Andreia Repsold disse...

Lu, te admiro por tudo que escreve e demonstra aqui no seu blog...repito o que escrevi no post anterior, um lugar paradisíaco assim ajuda muito nessas horas!!! Que bom que decidiu ficar por ai! Super beijo