quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Obrigada por me avisar



Os funcionários do hotel são super gente fina e como a ilha é pequena, a gente acaba convivendo bastante, o que dá material para várias histórias.


Episódio 1:

- Ô Dona Frô, eu vi você andando lá pros lados do manguezal hoje. Você viu algum crocodilo?
- Crocodilo? Não, ainda bem que não vi nada não. Porquê? Tem crocodilo praqueles lados?
- Tem, mas não têm perigo não, são tudo crocodilo pequeno, dois metros de comprimento no máximo.
- Aaaahhhh, não têm problema NE-NHUM! Obrigada por me avisar só agora.


Episódio 2:

- Então Dona Frô, a gente sempre masca esses coquinhos aqui na ilha, é um costume nosso. Quer provar?
- Claro, quero sim. Eu ouvi dizer que eles têm um gosto bem forte e dá enjôo.
- Só se você engolir a saliva. O jeito certo é mascar o coquinho e cuspir a saliva.
- Tá, eu provo. Mas só metade.
- Eu vou preparar pra senhora. Nessa metade de coquinho aqui a gente põe um pouco de pasta de coral e enrola em uma folha de pimenta. Tem que mastigar rápido pra misturar os três. Se não misturar bem você pode queimar a língua.
Eu meio receosa ponho o coquinho enrolado na folha na boca e masco depressa. Quando cuspo a saliva, ela sai bem vermelha.
- É assim mesmo, Dona Frô.
- Minha orelha está quente, e meu pescoço, agora minhas costas. Não sinto meus dedos. Minha boca tá dormente. Eu tô falando estranho, parece que tomei uma anestesia. Agora tá passando. Ufa, voltou ao normal.
- Kkkkkkkkkkkk. Isso é normal, por isso que a gente gosta de mascar o coquinho. Agora você já é uma local, Dona Frô.
- Obrigada por me avisar só agora do efeito "normal" do coquinho.



2 comentários:

Rogir disse...

quantas novas experiências hen! bj

jorgealison disse...

HAOUSHAOSUAHSA
NÃO TEM PROBLEMA NÃO, NÉ, OS CROCODILOS SÓ TEM DOIS METROS.

Que bom que avisou.