terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Nas Nuvens




Sim, estou nas nuvens. Não só porque estou apaixonada (ainda esse assunto?), mas porque meu pensamento vive voando por aí, flutuando entre uma nuvem e outra. Às vezes penso que tenho hiperatividade - claro, só até olhar para o sofá e sentir aquela preguiiiça -, mas paro e percebo que é pura dislexia.

Escolhi esse título devido à vários pensamentos que populam a morada da minha cabeça no momento, como:

Nuvem 1: Estava eu aqui choroza porque o meu LimeWire não funciona mais quando visitei o site Sound Cloud por indicação de um amigo. Adorei. Achei várias músicas legais que eu nem sabia que estava procurando. A brincadeira fica melhor ainda com o aplicativo DownloadHelper, com ele é só a música acabar de carregar no site que eu posso baixar no meu computador.

Nuvem 2: Viajando no Sound Cloud eu achei uma música do Los Hermanos chamada Último Romance. Fechei os olhos e imaginei os dois (Marcelo Camelo e Mallu Magalhães) nas nuvens. Percebi que mesmo os magricelos-com-cara-de-terrorista-e-pança-de-chopp e as meninas-esquisitas-que-se-vestem-de-brócolis encontram o seu par. O amor é mesmo democrático ("...tenha fé e veja coragem no amor..."). Aproveitei e enviei o trecho "E até quem me vê lendo o jornal na fila do pão, sabe que eu te encontrei" pro meu Bello.

Nuvem 3: Assisti ontem o filme Nosso Lar. Recomendo, apesar de não apresentar nada de novo pra mim. O interessante é o fato de quebrarem o tabú de tratar mais seriamente sobre vida após a morte em filmes - sem aquele clichê holywoodiano de que depois de morrer as pessoas viram anjinhos e moram nas nuvens.

Nuvem 4: Pra terminar estava aqui procurando uma receita fácil de sobremesa pra fazer amanhã para uma amiga minha que vem jantar em casa e achei o site Prato Fundo. Muito bom. Várias receitas interessantes e diferentes - mas também gostei muito do jeito que o Vitor Hugo escreve - fora as fotos que deixam a gente nas nuvens. Acabei misturando receitas de vários sites e decidindo fazer um mousse de goiabada com côco e massa de biscoito maizena. Conto depois se deu certo.

Volto em breve com mais pensamentos disconexos da minha cabeça. Talvez uma boa idéia seja escrever com mais frequência - vou pensar no assunto.

Frô.

* Em tempo: Minha cidade completa hoje 457 anos. Eu sou a maior promotora de São Paulo para os gringos. Adoro a minha cidade, com todos os problemas e surpresas. Achei essa homenangem do Jair Oliveira e gostaria de dividir com vocês.

Um comentário:

mapaixonantes disse...

Em clima de andar nas nuvens eu tbem estou assim, com meus planos caminhando, com meu coração louco para se apaixonar "again", esperando notícias do argentino para quem sabe reviver um grande amor ou pelo menos reviver o que foi bom!!! E de peito aberto para viver Tudo Novo de Novo.

Beijos, Bia Santos
Mulher Apaixonante: assim sou, assim serei