quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Ano novo de novo




Sim, de novo. Hoje, dia 03 de fevereiro, é o primeiro dia do ano do Coelho no calendário Chinês.

Pensei em escrever um post sobre as tradições da comemoração da data aqui na China, mas eu vivo como uma estrangeira aqui e não participo tanto dos costumes locais. Além de ser fácil encontrar textos desse tipo na internet - este aqui por exemplo é do site Todos Somos Um.

Mas acabei participando da festa de fim de ano da empresa onde trabalho - uma comédia. Muita bebida e adultos participando de brincadeiras de criança, como a dança da cadeira ou a corrida do ovo na colher. Ontem fui a uma festa com outros estrangeiros, mas nada de mais: bebida, comida, música e fogos de artifício - estes, por sinal, não vão parar tão cedo, vão ficar estourando na minha orelha por pelo menos mais duas semanas.

Escrevo porque hoje começou um novo tempo para mim. Nada de especial, apenas um novo dia, cheio de possibilidades, como todos os outros dias. Temos como começar de novo todos os dias.

E, como às vezes estes sinais nos mostram que é sempre possível ter uma nova chance e a gente não percebe, alguém lá em cima resolve enviar um sinal bem grande e esfregar na nossa cara. É que ontem eu encontrei um fantasma de um pinguim em uma loja aqui na China. Sim, o próprio, meu ex francês. Um ser lindo, alto, loiro e de cabelos compridos sorrindo para mim.

Eu vinha carregando essa mágoa, meio raiva dele no meu peito desde que a gente terminou (desde que ele virou fumaça e não teve nem cara de retornar meus e-mails). Toda vez que alguém me perguntava dele, eu respondia carrancuda. Mas quer saber? Assim que eu o vi toda a minha raiva passou. Fiquei meio surpresa, meio sem saber o que falar, mas trocamos algumas palavras cordiais sem muita delonga e me despedi. Apesar do leve corar das bochechas e do coração disparado, senti um alívio e uma certeza de que ele é assunto do ano passado. Finalmente enterrei o falecido.

Agora é pedir para que o Sr. Coelho traga ainda mais sorte para mim, já que eu estou aqui digitando de frente para o meu Bello, e curtindo cada momento com ele - inclusive a comemoração do Ano Novo Chinês.

Xin Nian Kuai Le (feliz ano novo) para todos vocês!

Frô

Um comentário:

ReBittencourt disse...

Feliz ano novo amiga!
Quer dizer que o pinguim fugiu pro frio de Xangai?
Sabe a unica coisa que vc deveria ter dito pra ele: Obrigado!
Se ele não tivesse saido da sua vida, vc não estava ai felizona com o seu Bello.
Bjoks, saudades!