quarta-feira, 24 de junho de 2009

De dentro pra fora

.
... Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo...

Praticando recentemente a minha segunda profissão de psicóloga de amilgas alteradas, me pus a pensar sobre de onde vem a felicidade paz de espírito. Não digo nem felicidade porque parece uma coisa longínqua e inatingível, mas simplesmente o estado de passar um dia sem sofrer.

Pra mim parece simples não me frustrar com o que eu não tenho. Sim, penso que algumas coisas poderiam ser melhores, mas não sofro por causa disso. Existe toda a programação que fizeram na nossa cabeça desde que nascemos que nos diz que, para ser feliz, é preciso ter um bom marido, filhos, um cachorro, uma casa com telhas de barro e flores na janela. Seria ótimo ter tudo isso, mas vamos encarar: quem não consegue estar bem consigo mesmo sem isso, estaria bem depois de conquistar essa vida de comercial de margarina?

Todos os dias temos uma escolha, todo minuto. Temos o poder de decidir - não o que vai acontecer no nosso dia, mas como vamos reagir emocionalmente a cada acontecimento. Cada fase tem sua beleza, cada momento tem o seu lado positivo, basta sabermos relacionar bem as nossas emoções e estar em sintonia.

Ferramentas externas ajudam: cursos, terapias ou só uma boa conversa com amigos, mas o que tem que mudar é aquele "click" dentro da gente para agir e reagir cada vez melhor, em paz e com uma boa energia.

Vou parar esse papo meio auto-ajuda por aqui ou daqui a pouco vão começar a me chamar de Ana Maria Brega (não, não vou colocar aqui nenhuam história de menininha que guardou florzinha ou de um jovem que foi procurar um monge).

Deixo esses pensamentos meio soltos para reflexão e mais uma pergunta: "Você consegue conviver bem consigo com o que você tem hoje e não sofrer todos os dias pelo que não tem?"

Vale deixar comentários respondendo.

Beijos,
Frô.
.

6 comentários:

Paty disse...

Perfeito o título! É isso mesmo, tem que ser de dentro pra fora.

A felicidade, ou paz de espírito, como quiser chamar, acontece AGORA, nesse exato momento, por isso temos que estar nesse tempo, no presente. Olhando e enxergando tudo que está à nossa volta.

Apreciar a natureza é um ótimo exercício pra isso, pois tudo nela tem equilíbrio, cada cor, forma, movimento, som, tudo perfeito, tudo em harmonia.

Exercícios físicos também são fundamentais, prestar atenção na respiração, sentir cada músculo em movimento, o sangue circulando, tudo vivo, tudo intenso!

"Devemos apreciar o arco-íris, sem nos preocuparmos em encontrar o pote de ouro no final."

Beijos Frô!
Paty

D R I K A disse...

Eu já consegui um dia...agora tá me fazendo mta falta....
Não posso dizer que não sou feliz ou que não tenho paz de espírito, eu amo a minha vida.
Amiga, vc está absolutamente certa...a questão é que quando se está machucada, ou quando o machucado fica sendo reforçado...algumas coisas perdem o "brilho"...talvez por um tempo, talvez para sempre.
Eu quero uma vida de comercial de margarina...dá pra ser feliz sem isso, mas fica um buraco...uma falta...Eu acho que eu mereço realizar esse sonho. Ou será que não?
Te amooooooooooooo
OBrigada...amei o post...

mulherpolvo disse...

Sim! Sim!! Eu to conseguindo!!
desde pouco tempo...rsrsr...estou amando, me amando, amando minha vida, sei que coisas muito bacanas me aguardam logo ali, se eu souber dar espaço para elas chegarem!!

Luiz disse...

Eu acho que o que eu tenho já é mais do que eu mereço. Inclusive dois cachorros!!! rsrsrs... mas sempre tem espaço pra mais.

Não me frustro pelo que não tenho, mas sempre acho que ainda vou ter.
As vezes rola.
Afinal, sonhar não custa nada.

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Oi Frô,

Adoro a frase com a qual vc abriu o seu post.

Thanks pelo texto!!!! Boas dicas.

Beijos,

Bela - A Divorciada

anpipol disse...

Amiga,

mandou bem hen... já pode abrir um consultorio e tornar um psicologa... adorei o texto e me fez refletir bastante.
Estou sempre por aqui.
Saudades.

Andréia