segunda-feira, 8 de junho de 2009

A interpretação de cada um

.
Passar uma mensagem não é fácil. Cada um entende de um jeito, de acordo com a sua bagagem de vida. É por isso que existem tantos mal entendidos, tanta inferência, tanta pecuinha... mas também muita diversão.

Tem muita gente rindo às custas da interpretação alheia, inclusive eu. Calma, vou explicar: ontem tive uma noite agradabilíssima jogando Imagem&Ação. Por incrível que pareça foi a primeira vez que eu joguei - e me diverti horrores.

Vou tentar explicar aqui algumas das mímicas de ontem, através dos comentários dos jogadores até conseguirem adivinhar:

- "1 palavra"; "3 sílabas"; "primeira sílaba"; (mímica apontando para um canto) "Ali, não, lá"; "ok, lá, segunda sílaba"; (mímica apontando para a própria bunda); "bunda, não, bu, não, cú"; "já sei: lacuna"

- "1 palavra"; "3 sílabas"; "última sílaba" (mímica imitando um cachorro); "cachorro, não, ca, não, ro, não, cão, quase, ção"; "tá, última sílaba ção, agora a palavra inteira"; (mímica com uma pessoa que parecia estar cagando); "dor de barriga, não, lixo, não, vaso, não, faz outra coisa", (mímica de quem pega algo do chão, nina, larga em um canto, volta, pega do chão, nina de novo); "adoção!"

- (mímica fazendo chuquinha no cabelo); "xuxa"; "dança, não, idiota, não, chiquinha"; "xuxa, ai, não" (mímica de alguém gordo); "gordo"; "xuxa gorda"; "gordo bobo"; "não é mesmo xuxa gorda?" (mímica de alguém brincando com boneca); "boneca"; "boneca gorda"; "boneca da xuxa" (mímica pegando na roupa); "roupa, não, pano, boneca de pano" (mímica apontando para a pele negra); "boneca de pano preta"; "nega maluca"; "xuxa preta" (mímica de alguém cozinhando); "Tia Anastácia!"

E por aí vai... ri muito. O mais engraçado era fazer uma mímica crente que é a coisa mais óbvia do mundo e a pessoa chutar algo nada a ver. Perfeito exemplo do que é a interpretação alheia.

Também escrevi isso porque passei no BlueBus e li uma nota sobre uma pesquisa no Kevin Kelly pedindo para as pessoas desenharem a própria visão de um mapa da internet (veja o resultado). Isso sim dá espaço para a interpretação. Como se desenha um mapa pessoal da internet? Teve gente que desenhou cidade, organograma, janelas, conexões - muitas interpretações diferentes. Eu também tenho a minha:


Meu mapa da internet, mas só quando estou de folga.

E o seu desenho, como seria?

Até a próxima.

Frô.

.

4 comentários:

D R I K A disse...

Em PNL chamamos isso de "Mapa não é Território", trata-se do mapa mental de cada um, formado por imagens e pelas experiências que o indivíduo viveu desde o útero.
Cada um entende como vê, como sente né?
O que para mim pode ser só uma borboleta, para outro é "Ahhhh.,...socorroooo...uma borboletaaaaa".
E amiga, IMAGEM E AÇÃO é tudibom!
Bjs

Paty disse...

Amei seu mapa da internet Frô!

Sempre achei incrível o fato de cada pessoa fazer um mapa diferente em sua cabeça, sobre o mesmo tema. Viva as diferenças!!!
Bjo!

Elaine disse...

Olá!
Estou passando para conhecer seu blog.
Também estou aqui para te desejar um fim de semana maravilhoso e cheio de coisas boas!
Beijos.
Fique com Deus.

Bia disse...

Sou pessima de desenho, mas meu mapa estaria com o sol iluminando tudo e eu com uma mala na mão (ou melhor de rodinha e puxando) em uma estrada bem longa na minha frente, google maps para me localizar e google para pesquisar tudo que me desperta curiosidade. Uma sombrinha e agua fresca para as pausas da correrira. Um simbolo bem grande I hate France...kkkk hehehe. Beijos, Bia